Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da COVID-19

Apresentamos o novo Observatório de políticas públicas do enfrentamento da COVID-19, que está sendo estruturado na FANUT-UFAL. Trata-se de um grupo multi-disciplinar que pretende avaliar as políticas públicas no estado de Alagoas no contexto de enfrentamento à pandemia da COVID-19 e suas consequências. Nesse posicionamento discutimos a possível estratégia de relaxamento do distanciamento social no estado nesse momento.

Bádue no Enem

whats1

Em meio ao caos instalado no país por consequência da pandemia da Covid-19 que, entre outras medidas, suspendeu as aulas presenciais nas escolas brasileiras desde meados do último mês de março, o Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), manteve o calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que está com inscrições abertas até o próximo dia 22. Além de ser a porta de acesso à maioria das universidades públicas do país, a prova também é utilizada para seleções em programas como Fies e Prouni, que financiam cursos de graduação em instituições privadas de ensino superior.

Num país marcado por grande desigualdade social, a pandemia, além de outros prejuízos, tem dificultado o acesso à educação nas comunidades de baixa renda, incluindo aquelas que em tempos “normais” já apresentam condições de vulnerabilidade social. Considerando que, entre os participantes do último PISA, nosso país está entre os que apresentam a maior diferença de desempenho entre alunos ricos e pobres[1],  e que cerca de 42% dos inscritos na prova não tem computador em casa, índice que em alguns estados do norte e nordeste chega próximo a 70%[2], entendemos que a medida mais sensata seria o adiamento da prova, como diversos países vem fazendo com seus exames de acesso ao ensino superior, como mostra pesquisa do Instituto Unibanco[3].

No entanto, com a decisão do MEC de manter o calendário que prevê a aplicação das provas no mês de novembro, optamos por elaborar um projeto com o objetivo de tentar minorar os prejuízos que grande parte dos nossos jovens estão tendo com relação ao acesso à educação que tem dificultado a preparação para as provas. Nesse cenário, lançaremos no próximo dia 19, às 14h, um programa totalmente gratuito que prevê a discussão de conteúdos e questões de matemática utilizando plataformas como instagram, facebook e youtube.

A escolha dessas plataformas se deu após um breve levantamento onde identificamos que apesar das dificuldades que muitos dos jovens tem com relação ao acesso a computadores e internet, eles conseguem acessar tais redes devido a suas inclusões nos planos de dados das operadoras de telefonia móvel.

[1] https://www1.folha.uol.com.br/colunas/claudia-costin/2020/05/enem-e-equidade-por-que-e-importante-adiar.shtml?origin=folha

[2] https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2020/05/14/42-dos-candidatos-do-enem-nao-tem-computador-em-casa

[3] https://www.institutounibanco.org.br/wp-content/uploads/2020/05/Levantamento-internacional-sobre-realizac%CC%A7a%CC%83o-de-exame-educacionais-.pdf

Oficina sobre o Zotero

Estaremos oferecendo no próximo dia 25, na Sede do Campus do Sertão da Universidade Federal de Alagoas, uma oficina sobre a utlização do Zotero, um software livre para gerenciamento e compartilhamento de referências bibliográficas. Entre suas funcionalidades, o Zotero permite: a criação de referências de forma automática, a partir de um pdf ou página da internet; organização de referências em pastas; utilização de diferentes padrões, como ABNT ou Vancouver; compartilhamento de referências em grupos. Assim, entendemos que a referida ferramenta pode auxiliar estudantes e pesquisadores na elaboração de artigos, tcc, dissertações e teses.

Desta forma, pretendemos com essa proposta apresentar algumas das funcionalidades citadas acima de forma breve e prática, a partir de nossa experiência como usuário da ferramenta.

O evento terá início as 19h30 e acontecerá na Sala das Pranchetas da Sede do Campus do Sertão. São trinta vagas, sendo que as inscrições devem ser realizadas pelo Sigaa/Ufal, no link abaixo.

https://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/areaInternaCursosEventosExtensao.jsf

 

Seleção para Monitoria – 2019

Estão abertas as inscrições para a seleção de Monitoria do Campus do Sertão, cujo prazo para inscrição se encerra as 20h30, do próximo dia 10, devendo ser realizada na Secretaria de Cursos, na sede do Campus.

Na a área de Matemática estão abertas dez vagas, sendo seis com bolsa. Dessas, estarão sob nossa orientação as monitorias das seguintes disciplinas: Estatística, Álgebra Linear e Cálculo 4, sendo que para as duas primeiras há disponibilidade de bolsa.

Mais informações estão disponíveis em http://www.ufal.edu.br/sertao/informes/abertas-vagas-para-monitoria-2019.

Gasolina ou Álcool?

Qual combustível escolher ao abastecer seu carro?

Nos últimos anos, quase sempre foi mais vantajoso abastecer os veículos com gasolina, pelo menos em Maceió. No entanto, as constantes variações registradas nos últimos meses fizeram com que em alguns momentos o preço do etanol (álcool) fosse mais vantajoso. Nesse sentido, qual critério podemos utilizar na hora de abastecer nosso veículo, afim de obter o melhor custo-benefício?

Considerando que os estudos apontam que, em média, o consumo do etanol é cerca de 70% do consumo da gasolina, utilizaremos esse coeficiente como parâmetro para decidir qual combustível utilizar.

Para tanto, ao chegar no posto devemos multiplicar o preço da gasolina por 0.7 e comparar o resultado com o preço do etanol. Se o produto obtido for menor que o preço do etanol, abasteceremos com gasolina. Se for maior, abasteceremos com etanol. Resumindo:

post1

Levando em consideração os preços indicados na foto abaixo, qual o combustível você escolheria ao abastecer seu carro?

9c22078b-9e40-4681-ae29-b392eb00b3dc

Considerando que 4,599 x 0.7 = 3,219 é maior que 3,199, neste caso é mais vantajoso abastecer com etanol (álcool).